Pronome possessivo MEU


Quero prender-te num vidro pequeno e transparente: para esconder-te quando eu tiver ciúme, para te olhar quando sentir saudade...Guardo num canto do armário onde só eu posso ver, não entra luz e nem dedos atrevidos! Só os meus vão tocar e embaçar a redoma!

Vez ou outra até que deixo abrir a tampa, para entrar um ar, para refrescar um pouco! Mas, só um pouco! Não quero intrusos, poeirinhas atrevidas, sons atraentes!

E então, não vais saber de nada, não conheces nada, só a mim e meus beijos! Te uso e coloco de volta, cansado de dar pena, pequenininho de dar dó! E não penses que sou ciumenta, nem tão pouco possessiva ou louca...Sou cuidadosa, sei o que é bom para você!

Não vai te faltar água, nem comida... Terás carinho, amante e amiga! Então, para quê outra vida?! Para quê o sol que brilha lá fora, outras pessoas, outras pequenas histórias?

Já rasguei as páginas do teu diário, nem passado você mais tem! Serás feliz... Você aí dentro do vidro e eu aqui fora, cuidando de te amar, de colocar pronomes possessivos em cada pedaço do seu corpo!

Pode dormir agora, meu bem, pois eu velo o teu sono, meu neném...
1 Comentários
avatar
Edsmar Carvalho Resende 8 de maio de 2010 20:49
delete

Gostei do pronome possessivo... Garrafinha do diabo kkk

Balas

Gostou do texto? Deixe sua opinião: