Sperare


Esperança é como a raiz de uma grama que se espalha até se perder ao longe. Você pisa em determinado lugar, mas ela está crescendo forte, mais a frente!

Na sua etimologia, esperança é uma palavra de origem latina e vem de "«spes» e «sperare», que significa uma espera aberta, que não assenta em resultados externos, como a expectativa, mas sobre a realização da pessoa”*.

Logo, esperança é acreditar no que é invisível, naquilo que ainda não se materializou, mas já se crê... Esperança é ter fé! Mas, tão bonita quanto o significado, esperança, às vezes, também pode ser cruel. Esperar predispõe tempo, tempo para coisas que não estão determinadas, e que talvez, nunca aconteçam.

Os doentes esperam saúde.
Os desempregados esperam emprego.
Os presos esperam liberdade.
Os oprimidos esperam justiça.
Os rejeitados esperam abraço.

Há sempre alguém, em algum lugar do mundo, sendo roído por esse bichinho chamado esperança. Ela que é feito alavanca, que impulsiona, empurra e motiva! Esperança que também cega, engana e ludibria.

Esperança: qual é a sua?

*Citação prof. Abel Dias
0 Comentários

Gostou do texto? Deixe sua opinião: