Começar de novo


Atravessou a porta como se tivesse chegado à Terra do Nunca! Olhou para a mãe que já a esperava, a abraçou com carinho e ordenou às crianças que fossem tomar banho. Enquanto os meninos se distraíam com sabonetes e xampus, sentou-se no sofá com as costas curvas. Era como ter, finalmente,se livrado de uma caixa grande e pesada. 

A mãe a observava em silêncio, como sempre fizera durante toda a vida, e perguntou:
_Aliviada?

Ela sorriu com os lábios cerrados e a expressão cansada, porém feliz. E disse:
_É o dia mais feliz da minha vida!

_Que bom, minha filha! Essa certeza é o que fará tudo valer a pena daqui em diante! As dificuldades, os dias de solidão, e até mesmo as novas e velhas sensações que você sentirá. Inclusive, reviverá sentimentos que farão você pensar que se tornou uma adolescente novamente, mas com a enorme diferença de ter dois filhos e muito mais sabedoria agora. Um divórcio, mesmo que a princípio doloroso, é o primeiro passo de volta aos desejos que você nem se lembrava mais de ter tido um dia.

Ela ouvia a mãe em silêncio porque sabia que cada palavra dela não era mera suposição, mas sim, verdades de uma experiência já vivida.

_Eu acredito, mãe! Mas, neste exato momento, nada disso passa pela minha cabeça. O único objetivo agora é abraçar por inteiro todo esse sentimento de liberdade que sinto agora. Não é uma liberdade de um pássaro que foge da gaiola e voa desvairado. Não! É a liberdade do felino, que depois de anos preso, tateia o terreno fora da jaula com cuidado, desconfiado. Mas, ainda assim, certo de que aquela porta aberta é um benefício.

As duas mais uma vez, em silêncio, se olharam longamente. Elas sabiam que a nova estrada não seria fácil.

Quando o amor acaba, a admiração se perde e a rotina sufoca, fica a impressão que tudo será resolvido rapidamente. Mas, não. O medo parece comer pelas beiradas e a incerteza do futuro parece ser sempre pior que o presente. E o mais difícil: o tempo não para porque se tem medo. Ele continua, sussurrando diariamente nos ouvidos, que o dia de ontem não voltará e todo segundo é importante demais para ser desperdiçado com angústias. É o longo processo da descoberta de que aquela relação já não faz mais sentido. É preciso dar o próximo passo no sentido daquilo que não se sabe como será, mas prenuncia um futuro melhor que o agora. É hora de começar de novo!

Imagem: Pixabay

0 Comentários

Gostou do texto? Deixe sua opinião: