Esse tal de tempo...


Tempo é aquele negócio que quando você começa a perceber o que é, já se passaram muitos anos! Um dia você estava ali na porta da escola sem entender bem aquela gente estranha, e no outro, já está se perguntando qual curso irá escolher para o vestibular.

De repente, e muito de repente, seus brinquedos estão na parte de cima do guarda-roupa deixados num projeto mental de “vou dar para os meus filhos quando eles nascerem”. E certas lembranças ficam anuviadas na memória parecendo terem sido apenas um sonho. Como aquela vez que seu pai lhe ensinou cores com canudinhos de refrigerante, ou quando, seu tio lhe contou que existiam dias da semana. Foi um momento tão surpreendente entender a divisão do tempo daquela forma que nunca mais me esqueci da cena! Meu tio pegando o calendário e mostrando que cada dia tinha um nome: segunda-feira, terça-feira... Hoje, o único nome que faço questão de guardar é o sábado, porque falsamente penso, que ele só pertence a mim!

Assim, como num piscar de olhos, um avião deixa de ser aquela coisa pequenininha no céu e é uma coisa gigante bem ali na nossa frente, que tudo mundo diz: voa e é seguro! Os carros não têm mais aquele cheiro forte de gasolina. Minha mãe não tem uma mágica na mão que tira espinhos do pé sem dor. Internar e enterrar não são a mesma coisa. E a música da Rosana não é “Roberto das lendas” e sim “Tão perto das lendas...

E quando você começa a se dar conta que quando nada sabia da vida é que a vida realmente era boa, já está mimando um neto, reclamando de uma dor na coluna ou colecionando fotos em um álbum de retrato. Porque dizem alguns, que o tempo de Deus é diferente do nosso, e sabe se lá, se o nosso tempo também não é nada cronologicamente normal! Ou vai me dizer que sua idade não te espanta?




2 Comentários
avatar

Achei fantástico como você escreve sobre o tempo... afinal tudo passa e muito rápido! No momento atual, não costumo falar da idade vivida, mais em saber até quando posso chegar,rsrs, os "entas", ai são pesados e devem ser curtidos e vividos bem devagar, agora sem pressa, pois tudo vale a pena!
Abraços e sucesso sempre!

http://www.resplandecerdecoracoescom-maria.blogspot.com.br
Maria / Bouquets para Noivas

Balas
avatar

Achei fantástico como você escreve sobre o tempo... afinal tudo passa e muito rápido! No momento atual, não costumo falar da idade vivida, mais em saber até quando posso chegar,rsrs, os "entas", ai são pesados e devem ser curtidos e vividos bem devagar, agora sem pressa, pois tudo vale a pena!
Abraços e sucesso sempre!

http://www.resplandecerdecoracoescom-maria.blogspot.com.br
Maria / Bouquets para Noivas

Balas

Deixe seu comentário aqui:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...