Um namorado em 15 dias


Obrigada Senhor, pelo dia de hoje! Por ter acordado viva e com saúde, ter ouvidos e olhos perfeitos, um emprego e comida na mesa. Obrigada Pai, pela minha família, meus pais e minha irmã – que apesar de ser uma mala sem alça, é minha irmã, obrigada!

Ai... ai... Desculpa Deus, mas eu queria também pedir uma coisa. Uma coisa não, um alguém! Sabe o que é, o ano novo está chegando e o Senhor, que tudo vê e tudo sabe, sabe muito bem que eu já passei dos 35 anos e até hoje nada da minha alma gêmea! Já rezei para o Santo Antônio, que é casamenteiro, mas pra mim não arrumou nenhum bofe, orei para Santo Expedito e Santa Rita de Cássia – santos das causas impossíveis – mas a minha deve ser muito impossível mesmo, porque até hoje NADA! Enfim, meu Pai... Dá uma força aí! 

Não é fácil ouvir minha avó perguntar, em todos os meus aniversários, onde está meu namorado e muito menos ver a cara de alegria da Bia toda segunda lá na empresa. Longe de mim ser invejosa ou desejar mal a alguém, mas se eu tivesse o namorado dela também chegaria superrr bem humorada e com uma pele MARAVILHOSA. Agora eu?! Melhor não comentar.

Bem Pai, já te agradeci né? Mas, será que é pecado eu querer achar um cara bacana pra mim? Nem precisa ser bonito, não precisa ser rico não. Basta ser um cara! Ai desculpa... Não é desespero e nem ingratidão! Aliás, meu Pai, pensando bem é desespero mesmo! Eu prometo Senhor, que se caso aparecer um homem legal na minha vida até o réveillon, ou seja em 15 dias, eu paro de jogar charme para o meu vizinho casado com aquela menina brega. Desculpa, Deus! Mas, chamar alguém de brega não é pecado! É o mesmo que dizer que a Maria Betânia é feia. É e pronto! Não é mesmo?! 

Mas, meu Pai, então vamos combinar assim! Um namorado bacana em 15 dias e eu me torno a mulher com a pela mais viçosa desse mundo!
Amém Senhor! AMÉM....




1 Comentários
avatar

Desespero, eu?! Imagina.... kkkk

Balas

Gostou do texto? Deixe sua opinião: