Albertinho e você



A vida não é fácil e isso que estou escrevendo também não é nenhuma novidade! Você já fez algumas conquistas na vida, mesmo que isso já tenha algum tempo, mas ainda assim não deixaram de ser conquistas: sejam de ordem material ou sentimental (e às vezes isso tudo está numa mesma caixa). Eu classificaria como conquista aquela vez que você terminou com aquele cara que nunca pensou no dia de amanhã ao seu lado, e sempre implicava com suas compras pessoais... Esse era o típico “empata vida sentimental-material-psicológica”.
Seja sincera: Onde você estava com a cabeça quando se envolveu com ele?
E lá estava você, certa de que vivera tudo em um relacionamento, e que o próximo seria perfeito, porque você sabia de cor e salteado o comportamento dos homens...
A vida realmente não é fácil, mas você havia descoberto que nós mulheres ainda somos mais complicadas que a vida.
Então, por que você não tirava o Albertinho da cabeça?
Albertinho tinha aquela barriguinha implicante de cerveja e aqueles sapatos de bico redondo que você não suportaria ver nem no Reynaldo Gianecchini! Talvez seja, exatamente por isso, que você não o tirava da cabeça: era o imperfeito-perfeito! Daqueles que as mulheres nunca admitem que gostam, mas sempre se apaixonam por um... E por mais que você procurasse mil defeitos, além dos que Albertinho já tinha, você não resistia ao fato dele curtir Elis Regina. Está certo que o fato dele ser casado era o pior defeito e o mais importante de todos, mas de repente, não mais que de repente, você começou a ignorar totalmente isso.
Você também devia está ficando louca quando Albertinho perguntou se você aceitava jantar com ele. Mais louca estava ainda quando você aceitou, dizendo para si mesma que ele era apenas um “colega de trabalho” e que o fato de ninguém no escritório ficar sabendo era para evitar comentários “maldosos”.
O que foi?! Eu apenas conto a história, não me olhem com essas caras de maldade... Ela realmente queria acreditar em tudo isso. E o fato dela ter ido a um motel com Albertinho depois do jantar, foi só um acaso do destino...
Como foi acaso do destino também, ela se tornar amante de Albertinho durante longos anos, sem nunca ter conseguido que ele arrastasse uma mala para fora de casa. Exceção para curtíssimas viagens que Albertinho fazia para tranqüilizá-la e não deixar a esposa desconfiada.
Promessas não faltaram... Albertinho prometendo deixar a esposa e você prometendo abandonar de vez Albertinho! Verdade mesmo é que você não o abandonou e nem ele a esposa.
Agora só lhe resta jurar de pés juntos que ele será o último homem casado que você se envolve! E eu vou rezar para que você consiga. Porque se envolver com homem casado é como transar pela primeira vez: doeu, mas no fundo você gostou e vai querer repetir. Afinal, não era tão ruim como você pensava.E os presentes da amante sempre são melhores que os da esposa...
First
2 Comentários
avatar

Muito boa s sua crônica, Cristiane. Tb gosto de escrever, vez ou outra componho meus poemas, mas nunca publiquei nada.
Tb me formei em jornalismo na época em que esta matéria não era nível de 3º grau, apenas cursos intensivos. Na realidade nunca trabalhei como jornalista, embora tivese recusado na época um estágio como "foca" no Jornal "O Dia", (RJ). Já trabalhava com informática, e não quis trocar o certo pelo duvidoso. Atualmente no auge dos meus 68 anos ainda acalento um sonho de esrever o meu livro contando a minha trajetória de vida, por sinal bem interessante. Vc, como posso ver pela foto é jovem e provavelmente atue na sua profissão. Pena que moro no Rio de Janeiro, mais precisamente na Região dos Lagos, e vc bem distante nas "Minas Gerais". Por falar em Minas eu adoro essa terra. Sempre viajei para quase todos os lados dessa terra gostosa. Vou muito a Barbacena, gosto tb das Cidades Históricas, assim como as das "Águas Minerais". Quem sabe um dia a gente possa conversar sobre a possibilidade de vc atuar como minha ghost-writer, rsrsrs. Foi um prazer conhecê-la. Abç. Teresa

Balas
avatar

Oi Teresa! Que ótimo, temos muitas coisas em comum... Qual é o seu e-mail? Abraços!

Balas

Deixe seu comentário aqui:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...